Carol Biazin revela letra de “Garota Infernal”, primeiro single do ano!

Carol Biazin revela letra de “Garota Infernal”, primeiro single do ano!

154
SHARE

Single chega a todos aplicativos de música nesta quinta-feira, 27 de janeiro, com direito a clipe quente e psicodélico.

A Cantora Carol Biazin, considerada como um dos maiores nomes do POP nacional, acaba de revelar mais uma surpresa de “Garota Infernal”, seu novo single que estreia nesta quinta-feira (27) em todos os app de música e YouTube. Enquanto a faixa não chega oficialmente, Biazin divulgou a letra de sua nova música de trabalho!

Mais madura, confiante e sexy, “Garota Infernal” fala sobre a história de um relacionamento aberto. Composta pela ruiva e produzida pelos Los Brasileiros, coletivo responsável pelo sucesso de nomes como Anitta, Ludmilla e Vitão, a canção foi concebida para sonorizar a abertura de um reality show de uma importante emissora de televisão, mas acabou sendo gravada pela cantora.

GAROTA INFERNAL

Composição: Carol Biazin

‘Já é final de tarde

Desde de manhã você com vontade

Baby, me conta uma novidade

Adoro quando cê tá com maldade

Nessa tua cara

Vou te enfeitiçar

Te intoxicar

Prazer soy mafiosa

Quer que eu repita

Mas fica a dica

Meu amor eu soy mafiosa

Sou perigosa

Sei que tu gosta

E eu não sou de ninguém

Tu não é de ninguém

Beijando a tua boca na boca de outro alguém

E eu não sou de ninguém

Tu não é de ninguém

Beijando a tua boca

Ho hoje eu tô, tô bem loka

Me deixa de boa

Eu quero viver solta ai ai

Me mexendo a cintura

Baby eu sou a cura

Te levo pra altura

Mafiosa           

Tu vai implorar

Mas eu não tenho tempo pra dar

Pareço inocente, mas se empolga

Garota infernal

Meu corpo sensual

Te deixo como Magal

Teu sangue ferve por mim

Depois vem reclamar pra mim

Mas sempre tá no meu camarim

Tu viciou e só provou um ´pouquin´

E eu não sou de ninguém

Tu não é de ninguém

Beijando a tua boca na boca de outro alguém

E eu não sou de ninguém

Tu não é de ninguém

Beijando a tua boca

Ho hoje eu tô, tô bem loka

Me deixa de boa

Eu quero viver solta ai ai

Me mexendo a cintura

Baby eu sou a cura

Te levo pra altura’

Fonte: Musique Press

LEAVE A REPLY